Governo lança medidas para fortalecer o empreendedorismo feminino no Brasil | ASN Nacional

O governo federal publicou, nesta quinta-feira (11), no Diário Oficial da União (DOU), o decreto que cria a Estratégia Nacional de Empreendedorismo Feminino. O objetivo é contribuir com a promoção do empreendedorismo feminino no Brasil como instrumento de inclusão social e econômica. A medida estabelece as bases para a “Estratégia Elas Empreendem” e cria o “Comitê de Empreendedorismo Feminino”.

O ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, comemorou a medida como um marco para o empreendedorismo no país. Segundo ele, as ações previstas no decreto reafirmam o compromisso do governo com a promoção do empreendedorismo feminino, apoiando mais de 10,3 milhões de mulheres empreendedoras, que representam 34% do setor no Brasil. “A iniciativa representa um avanço na criação de um ambiente mais inclusivo e favorável às MPEs, com mais liberdade empresarial, simplificação normativa e administrativa, implementação de programas de fomento, entre outros benefícios”, avaliou o ministro.

A gerente de Empreendedorismo Feminino Diverso e Inclusivo do Sebrae, Renata Malheiros, destacou a importância de unir diferentes órgãos, tanto do governo, quanto da sociedade civil e da iniciativa privada, com um mesmo objetivo. Ela acredita que a interdisciplinaridade proposta nessa ação vai ao encontro da realidade, onde a mulher empreendedora está presente em todos os segmentos da economia, desde a agricultura até a indústria.

As mulheres empreendedoras, infelizmente, ainda enfrentam desafios enraizados na nossa cultura, como a sobrecarga de trabalhos domésticos, que não deixam tempo para que elas possam se dedicar às suas empresas como elas precisam. Então, é muito importante que o Comitê e a Estratégia Nacional de Empreendedorismo Feminino trabalhem essas questões.

Renata Malheiros, gerente de Empreendedorismo Feminino Diverso e Inclusivo do Sebrae.

“Eu acredito que a gente vai conseguir fazer um trabalho articulado, porque realmente é preciso uma rede para poder superar essas barreiras culturais que as mulheres empreendedoras ainda enfrentam e fazer o trabalho da maneira mais coordenada possível”, argumentou a gerente do Sebrae.

Prefeitura de Gurupi

  • Related Posts

    Sebrae Pelo Brasil chega ao Mato Grosso | ASN Nacional

    O Mato Grosso é o próximo estado a receber o Sebrae Pelo Brasil, projeto que evidencia as potencialidades empreendedoras de todos os pontos do país. Nesta sexta-feira (24), o presidente…

    Enchentes afetam mais da metade das MPE gaúchas. Sebrae prepara plano de ação para socorrer empresários | ASN Nacional

    Mais da metade das micro e pequenas empresas gaúchas (MPE) foram afetadas pelas enchentes e estão com suas operações paralisadas ou reduzidas. Um diagnóstico realizado pelo Sebrae no Rio Grande…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Economia

    Harnessing the Power of Wind Energy

    Harnessing the Power of Wind Energy

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    Ultimate Sports Ground Experience

    Ultimate Sports Ground Experience

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Plant Based Alternatives Reshaping Food

    Plant Based Alternatives Reshaping Food