Fazer a diferença no mundo é a principal motivação dos empreendedores brasileiros | ASN Nacional

O brasileiro mudou a sua principal motivação para empreender. Segundo a pesquisa Monitor Global de Empreendedorismo (Global Entrepreneurship Monitor – GEM 2023), realizada pelo Sebrae em parceria com a Associação Nacional de Estudos e Pesquisas em Empreendedorismo (Anegepe), “Fazer a diferença no mundo” alcançou pela primeira vez a melhor colocação na série histórica do levantamento, superando a opção “Ganhar a vida porque os empregos são escassos”.

Essa mudança aponta uma melhora geral na situação econômica do país e uma evolução da atividade empreendedora. Em 2022, “ganhar a vida porque os empregos eram escassos” era a principal motivação dos brasileiros (82%). Já no ano passado, a ideia de “Fazer a diferença” ocupou a liderança sendo citada por 77% dos empreendedores.

Para o presidente do Sebrae, Décio Lima, o crescimento do empreendedorismo motivado por um propósito de transformação pessoal e social, na mesma medida do recuo da decisão de abrir um negócio por força da necessidade, confirmam o que diversos indicadores já apontavam: a melhora da economia brasileira.

A pesquisa revela uma nova realidade importante para o país. Historicamente, os empreendedores que abrem um negócio a partir de um propósito são mais qualificados, planejam-se e se preparam melhor antes de criar a empresa e terminam tendo uma atividade mais longeva quando comparada àqueles que iniciam na atividade para buscar uma complementação na renda.

Décio Lima, presidente nacional do Sebrae.

Ao tomar a dianteira do ranking da pesquisa, a motivação “Fazer a diferença no mundo” se soma a outro resultado importante apontado pela GEM: “Ter o próprio negócio” é um dos três principais sonhos do brasileiro, perdendo apenas para “Viajar pelo Brasil” e “Comprar a casa própria”. Esse desejo também deixou para trás outros 12 sonhos, como viajar para o exterior, fazer uma carreira em uma empresa ou no serviço público, entre outros.

Confira números da pesquisa:

  • A motivação “Ganhar a vida porque os empregos são escassos” passou da principal escolha para 82% dos entrevistados, em 2022, quando ocupava a liderança, para a segunda mais citada com 74% em 2023.
  • Empreender para “Fazer a diferença no mundo” era a principal motivação para pouco mais de 51% dos entrevistados em 2019. No ano passado, essa proporção saltou para a primeira colocação com 77%.

Prefeitura de Gurupi

  • Related Posts

    Sebrae Pelo Brasil chega ao Mato Grosso | ASN Nacional

    O Mato Grosso é o próximo estado a receber o Sebrae Pelo Brasil, projeto que evidencia as potencialidades empreendedoras de todos os pontos do país. Nesta sexta-feira (24), o presidente…

    Enchentes afetam mais da metade das MPE gaúchas. Sebrae prepara plano de ação para socorrer empresários | ASN Nacional

    Mais da metade das micro e pequenas empresas gaúchas (MPE) foram afetadas pelas enchentes e estão com suas operações paralisadas ou reduzidas. Um diagnóstico realizado pelo Sebrae no Rio Grande…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Economia

    Harnessing the Power of Wind Energy

    Harnessing the Power of Wind Energy

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    Ultimate Sports Ground Experience

    Ultimate Sports Ground Experience

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Plant Based Alternatives Reshaping Food

    Plant Based Alternatives Reshaping Food