Consumidores acima de 50 anos estão comprando mais pela internet | ASN Nacional

Brasileiros acima de 50 anos estão consumindo mais produtos on-line92% das pessoas nessa faixa etária acessam a internet e sete em cada dez compram utilizando canais digitais ao menos uma vez no mês. Os dados são da pesquisa “Diversa idade”, realizada pela Globo. Segundo os entrevistados pelo levantamento, preços melhores, bons prazos de entrega, maior comodidade e a possibilidade de saber o que outros compradores pensam dos produtos estão entre as maiores vantagens em adquirir produtos on-line.

A pesquisa também sinalizou que sete em cada dez brasileiros com mais de 50 anos não conseguem mais imaginar viver desconectados, utilizando a internet para conversar com amigos e familiares e realizar inúmeras pesquisas. Especialistas do Sebrae destacam que a economia prateada, voltada para o segmento da população 50+, representa um mercado em expansão e que pode ser explorado pelos pequenos negócios, principalmente em plataformas virtuais.

É necessário pensar que essa parcela da população, formada por um consumidor diferente devido às suas características fisiológicas e sociais, tem suas deficiências físicas e cognitivas, mas tem autonomia, bom poder aquisitivo, dentre outras características. Por isso, precisa de um atendimento diferenciado por parte do lojista, do prestador de serviço, porque, diferente do que muitos pensam, esse consumidor da longevidade não consome só saúde.

Flávio Barros, analista de Competitividade do Sebrae

Pensando nisso, o Sebrae elaborou um estudo que traçou as oportunidades e tendências de mercado para essa faixa etária. Os setores de segurança, turismo, saúde física e mental, cultura, mobilidade e relacionamento são os que têm maior potencial de se destacar nos próximos anos. No mercado digital, onde o idoso consome bastante, é importante ter sites com navegação mais amigável, por exemplo.

Por outro lado, a quarta edição da pesquisa Pulso dos Pequenos Negócios, do Sebrae, apontou que os empreendedores que utilizam a internet, os aplicativos de mensagens e as redes sociais para fazer negócios já representam 3 em cada 4 pequenas empresas do país. O dado é resultado também da mudança no comportamento dos clientes, forçando as empresas a se adequarem a este novo modelo de consumo, incorporando as estratégias digitais ao negócio.

Capacitação

Para apoiar os empreendedores nessa jornada, o Sebrae disponibiliza uma série de conteúdos e consultorias, inclusive por meio do próprio celular, com soluções como o Sebraetec e o programa UP Digital, que oferece mentorias para quem quer aumentar sua presença digital. Conheça a Jornada de Transformação Digital que o Sebrae oferece aqui.

Prefeitura de Gurupi

  • Related Posts

    Summit Bio é aberto em Santarém debatendo sustentabilidade na região amazônica | ASN Nacional

    Foi aberto nesta quinta-feira (13), no Centro e Convenções Sebastião Tapajós, em Santarém, região oeste do Pará,o Summit Bio, evento realizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas…

    Vendas avançam 0,9% em abril no comércio e pequenos negócios aproveitam momento de alta | ASN Nacional

    O comércio está em alta em 2024. É o que aponta a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta quinta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Economia

    Harnessing the Power of Wind Energy

    Harnessing the Power of Wind Energy

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    Ultimate Sports Ground Experience

    Ultimate Sports Ground Experience

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Plant Based Alternatives Reshaping Food

    Plant Based Alternatives Reshaping Food