Sebrae apresenta soluções inovadoras para pequenos produtores na maior exposição de pecuária leiteira da América Latina | ASN Nacional

O Sebrae estará presente na 19ª edição da Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite (Megaleite), maior evento do setor na América Latina e que acontece de 11 a 15 de junho, em Belo Horizonte (MG). No espaço “Casa do Leite: soluções do campo ao copo”, o participante vai conhecer o que o Sebrae oferece especificamente para o setor. Com expectativa de movimentar R$ 200 milhões, a Megaleite vai reunir elos de toda a cadeia produtiva leiteira, e deve receber 70 mil visitantes.

O Sebrae levará para o evento as soluções e os produtos voltados para os pequenos negócios que trabalham ao longo da cadeia. Os produtores de leite conhecerão as trilhas de capacitação on-line e as oportunidades do programa “Do Brasil à Mesa”, que apresenta produtos em uma grande vitrine virtual; a consultoria técnica subsidiada e especializada do Sebraetec, que trata de temas de média e alta complexidade, como melhoramento genético, por exemplo; as ferramentas e os canais de apoio focado na cadeia do leite – “Juntos pelo Agro”, programa nacional que prevê o atendimento de 3 mil produtores leiteiros neste ano. Além disso, consultores do Sebrae Minas estarão disponíveis no evento para fornecer uma orientação mais direcionada.

A coordenadora de agronegócios e alimentos e bebidas do Sebrae Nacional, Cláudia Alves do Valle Stehling, explica que a instituição desempenha um papel crucial na transformação e fortalecimento da cadeia do leite no Brasil, oferecendo suporte técnico, consultoria e soluções inovadoras para os produtores.

“Oferecemos uma série de soluções para ajudar o produtor a se manter na atividade. É fundamental que eles compreendam a importância de investir tempo na gestão. Com isso, eles passam a identificar melhores oportunidades de compra e venda e de agregação de valor”, argumenta.

Hoje, o consumidor valoriza conhecer a origem dos produtos, como queijos com sabores únicos, por exemplo. Queremos que o produtor saia da margem de lucro apertada por litro de leite e alcance ganhos maiores com a agregação de valor na produção de diversos produtos.

Cláudia Alves do Valle Stehling, coordenadora de agronegócios e alimentos e bebidas do Sebrae Nacional

Nesse sentido, Cláudia comenta que é necessário que os produtores entendam os principais custos e as opções para reduzi-los. “É essencial que se organizem em grupos para obter condições mais vantajosas. Com as capacitações, o produtor começa a tratar sua propriedade como um empreendimento, um negócio. A cadeia leiteira é uma atividade impactada pelo clima e pela economia, e precisa ser acompanhada de perto. A diferença nos ganhos do produtor pode estar nesses detalhes.”

O trabalho desempenhado pelo Sebrae vai ao encontro do cenário desenhado pelo governo federal. De acordo com projeções da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura e Pecuária, para 2030, “permanecerão os produtores mais eficientes, que se adaptarem à nova realidade de adoção de tecnologia, melhorias na gestão e maior eficiência técnica e econômica”.

Setor em expansão

O setor leiteiro está presente em cerca de 99% dos municípios brasileiros e emprega mais de 4 milhões de pessoas, apontam dados da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite). O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de leite, com potencial para expandir.

A cadeia produtiva do leite é também a que mais gera empregos no país, além de movimentar em torno de R$ 170 bilhões por ano, com mais de 35 bilhões de litros produzidos anualmente em mais de 1 milhão de propriedades rurais, segundo dados de 2022 do governo federal.

“Juntos pelo Agro”, parceria Sebrae, CNA e SENAR, a cadeia do leite teve destaque no piloto que aconteceu em 4 estados (BA, GO, TO e PB). A previsão é atender pelo menos 10 mil produtores, de seis cadeias produtivas neste ano, só do setor leiteiro, há previsão de capacitar 3 mil produtores.

Prefeitura de Gurupi

  • Related Posts

    Summit Bio é aberto em Santarém debatendo sustentabilidade na região amazônica | ASN Nacional

    Foi aberto nesta quinta-feira (13), no Centro e Convenções Sebastião Tapajós, em Santarém, região oeste do Pará,o Summit Bio, evento realizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas…

    Vendas avançam 0,9% em abril no comércio e pequenos negócios aproveitam momento de alta | ASN Nacional

    O comércio está em alta em 2024. É o que aponta a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta quinta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em…

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Economia

    Harnessing the Power of Wind Energy

    Harnessing the Power of Wind Energy

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    The Golden Gate’s Timeless Majesty

    Ultimate Sports Ground Experience

    Ultimate Sports Ground Experience

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Future of Work Like Remote Collaboration Tools

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Navigating the Landscape of Cryptocurrency Trends

    Plant Based Alternatives Reshaping Food

    Plant Based Alternatives Reshaping Food